Erro no banco de dados do WordPress: [Got error 28 from storage engine]
SHOW FULL COLUMNS FROM `wp_users`

Erro no banco de dados do WordPress: [Got error 28 from storage engine]
SHOW FULL COLUMNS FROM `wp_options`

Erro no banco de dados do WordPress: [Got error 28 from storage engine]
SELECT t.*, tt.*, tr.object_id FROM wp_terms AS t INNER JOIN wp_term_taxonomy AS tt ON t.term_id = tt.term_id INNER JOIN wp_term_relationships AS tr ON tr.term_taxonomy_id = tt.term_taxonomy_id WHERE tt.taxonomy IN ('category', 'post_tag', 'post_format') AND tr.object_id IN (122) ORDER BY t.name ASC

Programação PHP Integrada ao R – Maurinsoft

Programação PHP Integrada ao R

O Desenvolvimento e analise de dados não é tarefa fácil.

Integrar o R com outras linguagens é o segredo para analisar grande volume de dados em tempo real, gerando vetores e gráficos.

Um exemplo deste é a Webapi que criei para linguagem PHP:

http://maurinsoft.com.br:8090/ws/graphic.php

Esta web api, gera um arquivo de imagem com um gráfico.

Ao chamar o URL, é chamado em tempo de execução um script em R, que gera a imagem e armazena em um repositório.

É possível criar diversos scripts com o mesmo URL, basta indicar nos parametros o script em R que deverá ser rodado.

No caso do default.R, lê as informações processadas do sensor de chuva, que aponta quando ocorre precipitação de chuva em minha casa.

Valore altos de 900 até 1024, indicam tempo seco.

A imagem é armazenada neste endereço.

Neste exemplo, o R processou o seguinte comando SQL

select

devvalue, dtupdate

from logdevpar

where

devparname=’dev3′

and iddevice=’2′

and (dtupdate>=( DATE_SUB(CONCAT(CURDATE(), ‘ 00:00:00’), INTERVAL 1 DAY) ))

order by dtupdate

limit 100

 

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

1 thought on “Programação PHP Integrada ao R

  • “Valore altos de 900 até 1024, indicam tempo seco.”
    Mudei no firmware a saída de valores, agora os valores são percentuais, que indicam percentual de água, no solo e no sensor de chuva.

    Desta forma é possível identificar alem da chuva o volume do mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *